Consideração

O que fazer caso você ache que o seu gestor não tem consideração por você?

Os relacionamentos humanos tendem a passar por altos e baixos, seja com nossa família, amigos ou com nossos colegas e gestores no trabalho. Essa alternância é natural, não se preocupe! Contudo, quando isso acontece no ambiente de trabalho, em especial com o nosso gestor, certas situações ganham maiores proporções e podemos acreditar que estamos em um grande jogo de xadrez contra quem senta ao nosso lado no escritório.

Essa imaginação pode criar um sentimento de dúvida, ou até mesmo de paranoia, quanto ao nosso gestor não ter consideração ou ter algum problema com a gente. Porém, antes de tomar ações precipitadas, é importante refletir e entender melhor a situação. Confira a seguir algumas sugestões para caso você esteja passando por isso.

  1. Faça uma avaliação mais profunda da situação: Em primeiro lugar, quais são os motivos que te fazem acreditar que a sua relação com o seu gestor está desgastada e/ou que ele não tem consideração por você? Liste momentos ou comportamentos que justifiquem esse sentimento para racionalizar a situação.

  2. Lembre-se de que discordância é diferente de implicância: Pode ser que em situações diferentes (e até frequentes) os nossos gestores discordem das nossas opiniões, porém isso não quer dizer que eles tenham algum problema com a gente. Se este for o caso, tente entender os motivos e embasar melhor sua opinião. E evite levar para o lado pessoal.

  3. Busque uma perspectiva externa: Podemos conversar com pessoas de confiança que trabalhem conosco e entender qual a opinião delas sobre a situação. Muitas vezes não existe de fato um problema de relacionamento e o nosso gestor age da mesma forma com as outras pessoas. Esse pode ser o seu jeito de ser.

 

Caso você conclua que o seu gestor realmente não está te tratando como deveria, ou caso você perceba que existe um problema de relacionamento, é hora de pensar em ações para contornar essa situação, já que essa relação influencia diretamente a sua experiência. Veja algumas ideias abaixo:

  1. Comunique-se proativamente: Busque sempre se comunicar diretamente e diplomaticamente com seu gestor, evitarando, assim, qualquer desencontro de informação entre vocês sobre o trabalho que você está executando, e mostrando que você mantém o respeito e o profissionalismo mesmo que haja diferenças entre vocês.

  2. Agende reuniões regulares: Reuniões regulares são importantes para que você possa alinhar as atividades que você está executando, pedir sugestões, receber feedbacks e mostrar que você dá valor às interações com o seu gestor. Só não precisa exagerar!

  3. Solicite feedbacks e ideias: Peça ideias e inputs sobre as atividades e projetos nos quais você está trabalhando, e pergunte como você pode melhorar em situações e momentos específicos do dia a dia.

  4. Alinhe expectativas e ofereça ajuda: Caso você perceba que o seu gestor tem expectativas sobre você diferentes das que você esperava, é preciso fazer um alinhamento o quanto antes possível para evitar problemas maiores. Em paralelo, vale oferecer ajuda para o seu gestor em situações nas quais o seu perfil possa ser útil.

  5. Não deixe isso consumir toda a sua energia: Não torne isso algo pessoal e problemático. Ter diferenças no ambiente de trabalho é algo normal e faz parte dos desafios da nossa carreira. Portanto, tente lidar com a situação da melhor forma possível e invista suas forças em outros pontos que vão te fazer um profissional melhor.

Vale lembrar que você não precisa (e não deve) agir com pressa. Aja aos poucos e verifique a evolução e os acertos no relacionamento aparecerem.


O quão úteis essas dicas foram para você? *
Mobile Analytics